terça-feira, 16 de abril de 2019

FIER comemora 28 anos trabalhando em prol das Indústrias de Roraima


Nesta terça-feira, dia (16), a Federação das Indústrias do Estado de Roraima – FIER, completa 28 de atuação e contribuição para o desenvolvimento econômico do Estado. E ao longo de sua história, registra excelentes resultados, com reconhecimento estadual e nacional na condição de legítima interlocutora das indústrias junto ao poder público. São mais de 150 ações de defesa de interesses para criar e modificar leis, decretos e outros dispositivos, articular soluções para problemas tributários, fiscais, de infraestrutura e de acesso a benefícios, incentivos e financiamentos.
Sobre a atividade de comércio exterior, a FIER já atendeu e orientou mais de 100 empresas locais, promoveu encontros, participou de missões e emitiu cerca de 4 mil certificados de origem/livre venda. Coordena localmente o Plano Nacional da Cultura Exportadora e abrigou o projeto piloto para uma nova metodologia para promover a internacionalização das empresas. Mensalmente publica a Balança Comercial, estudos e pesquisas setoriais.
Para fortalecer o associativismo sindical, oferece cursos, intercâmbios, capacitações, orientações e assessoria, estando sempre entre os três primeiros lugares no ranking do Programa de Desenvolvimento Associativo da Confederação Nacional da Indústria. Promove o Prêmio do Mérito Sindical, auxilia no recolhimento das contribuições legais, processos eleitorais, revisões estatutárias e presta atendimentos de forma articulada com o SESI, SENAI e IEL.
Incentiva a inovação apoiando projetos de aceleração de startups, implantando modelos de gestão nas indústrias e atuando no Ecossistema Local e Inovação. Desenvolve o Programa de Apoio a Competitividade da Micro e Pequena Indústria em parceria com a CNI e SEBRAE, com mais de 90 empreendimentos atendidos.
Desde 2005 a FIER é pioneira na elaboração de Planejamentos Estratégicos para o desenvolvimento das indústrias e do Estado de Roraima, com destaque para os estudos abordando a Micrologística de Transportes do Estado e da Região Norte, em parceria com a SUDAN e Ação Pró-Amazônia.
É referência em grandes eventos, como a Feira da Indústria de Roraima – FEIND, realizada desde 2011 a cada 2 anos, com mais de 100 mil visitantes nas suas 4 edições; o Prêmio do Mérito Industrial, que valoriza empresários do setor, personalidades e instituições; Encontro com candidatos ao governo e a prefeitura da capital, apresentando demandas das empresas e acompanhando a implementação após as eleições; além de realizar e apoiar seminários, palestras e encontros voltados ao fortalecimento da atividade empresarial. “Celebramos com orgulho estes 28 anos de história. Todo o trabalho desenvolvido se fundamenta na crença de que o caminho para o desenvolvimento está no trabalho da iniciativa privada, com indústrias fortes, produzindo riquezas, gerando empregos e fazendo de Roraima um Estado próspero para todos”, resume o presidente da FIER, engenheiro Rivaldo Neves.
CRIAÇÃO - A Casa da Indústria foi fundada em 16 de abril de 1991, por um grupo de seis sindicatos patronais do setor industrial, que tinham o desejo de contribuir significativamente para o crescimento das indústrias locais e fazer de Roraima um Estado rico e desenvolvido. A sua diretoria é composta por representantes sindicais patronais que atuam na defesa e representatividade do setor, possui o Conselho de Representantes os quais deliberam sobre as proposições encaminhadas pela diretoria e gestão executiva.  E conta ainda com três Conselhos Temáticos que discutem assuntos como Meio Ambiente, Energia, Recursos Naturais e Infraestrutura; Responsabilidade Social e Relações Trabalhistas; Competitividade e Política Industrial e elaboram propostas, estudos e minutas de leis.
SINDICATOS - Atualmente a FIER conta com dez sindicatos filiados e quatro em processo de filiação, são eles: Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de Roraima – SINDUSCON; Sindicato da Indústria de Construção de Estradas, Pavimentação, Terraplenagens e Obras em Geral do estado de Roraima – SINDICON; Sindicato da Indústria de Desdobramento e Beneficiamento de Madeiras, Laminado e Compensados de Roraima – SINDIMADEIRAS; Sindicato das Indústrias Gráficas do Estado de Roraima – SINDIGRAF; Sindicato da Indústria da Reparação de Veículos e Acessórios do Estado de Roraima - SINDIREPA; Sindicato da Indústria de Confecções de Roupas, de Alfaiataria, de Capotarias, de Tapeçarias e Similares do Estado de Roraima – SINDICONF; Sindicato dos Artesãos Autônomos e das Empresas de Artesanato do estado de Roraima -  SINDEARTER; - Sindicato da Indústria Extrativista Mineral e Garimpo do Estado de Roraima – SINDIGAR; Sindicato das Indústrias de Beneficiamento de Grãos do Estado de Roraima – SINDIGRÃOS e Sindicato das Indústrias de Bebidas em Geral no Estado de Roraima – SINBRA.

quarta-feira, 10 de abril de 2019

QUALIFICAÇÃO - Equipe do HGR participa do II Encontro Internacional do Projeto Paciente Seguro


Uma equipe de profissionais da saúde de Roraima, formada por quatro servidores do HGR (Hospital Geral de Roraima) e um representante da Sesau (Secretaria de Saúde), está participando do II Encontro Internacional do Projeto Paciente Seguro, que está sendo realizado em Brasília.
No evento, as 15 unidades que já participam do projeto apresentaram as ações que são desenvolvidas nesses locais. Além disso, será apresentado ainda os 45 centros hospitalares que irão aderir ao Paciente Seguro durante o triênio 2018-2020.
A gerente do controle de infecção do HGR, Regiany Cardoso, ressaltou que, durante a reunião, o hospital foi considerado exemplo frente a proposta do projeto, em especial pelo trabalho relacionado a higiene das mãos e superação das problemáticas da unidade.
“É um encontro muito importante para que os hospitais mostrem suas ações, crescimento e superações, diante das dificuldades enfrentadas”, pontuou Regiany.
PACIENTE SEGURO – O projeto foi criado pelo Hospital Moinhos de Vento, de Porto Alegre (RS), em parceria com o MS (Ministério da Saúde), por meio do PROADI-SUS (Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde), e busca melhorar a segurança do paciente em hospitais públicos, com base no PNSP (Programa Nacional de Segurança do Paciente).
Em Roraima, o plano funciona no HGR desde o final de 2016, por meio do trabalho realizado pelo Núcleo de Qualidade e Segurança do Paciente, que fez a implantação e faz as ações relacionadas à iniciativa.
A gerente do núcleo, Ester Faria, explicou que a equipe trabalha para diminuir os riscos de danos desnecessários ao cuidado, realizando ações de redução de lesão por pressão e quedas, além de sensibilização relacionados à higiene das mãos, medicamentos, cirurgias seguras, entre outros fatores.
“Mesmo com todas as dificuldades enfrentadas em nossa unidade durante esses mais de dois anos da iniciativa, estamos buscando sempre a melhoria dos nossos processos de trabalho”, explicou Ester.

AMIGOS DO SORRISO - Grupo voluntário está arrecadando chocolates para crianças da Vila dos Oleiros


Celebrada no mês de abril, a páscoa é a época mais doce do ano. Por conta disso, o grupo voluntário Amigos do Sorriso está realizando a campanha 'Páscoa mais doce', para arrecadar chocolates para 100 crianças da Vila dos Oleiros, município do Cantá.
A campanha é uma forma de levar a experiência da Páscoa para as crianças e os moradores da Vila. "Além do chocolate, vamos levar o real significado da data e um momento de celebração para toda a comunidade”, explicou a coordenadora geral do evento, Marcela Fernandes.
Os interessados em  contribuir com a Páscoa Mais Doce, pode entrar em contato pelo número (95) 99127-5566 (Marcela) ou acessar no perfil do Instagram @amigosdosorrisorr. A campanha está recebendo as doações até o dia 26 deste mês.
“As pessoas que desejam doar podem entrar em contato com a gente que vamos até elas buscar a doação”, ressaltou a coordenadora.
Além da distribuição dos doces, serão realizadas atividades como pintura facial, dinâmicas, cantiga de roda, peça teatral e um coffe break. “Será uma manhã de lazer com muita diversão e amor, pois esse é o papel do Grupo levar alegria para as pessoas”, disse.
A ação ocorre no dia 28 a partir das 8h, na Vila dos Oleiros, após a Ponte dos Macuxis, no município do Cantá.
AMIGOS DO SORRISO- O Grupo social existe desde 2015 e conta com a participação de 60 voluntários, que realiza ações recreativas e doações nas datas comemorativas como Páscoa, Dia das Crianças e Natal. Além disso, realiza ações esporádicas como doação de cestas básicas, materiais escolares, entre outras atividades.
Recentemente o Amigos do Sorriso realizou a ação ‘Super elas’ para cerca de 60 mulheres da Liga Roraimense de Combate ao Câncer. Foram ofertados serviços de beleza com corte de cabelo, manicure, design de sobrancelha, maquiagem e um ensaio fotográfico.

Governador participa de encontro de empresários na Fier e diz que a iniciativa ajuda a melhorar o desempenho do setor



A convite da Fier (Federação das Indústrias do Estado de Roraima), Charão Consultoria e Contadores e Sindicon (Sindicato da Indústria, Construção de Estradas, Terraplenagem e Obras do Estado), o governador do Estado, Antonio Denarium participou na noite desta terça-feira, 9, do Encontro de Empresários.
Além do empresariado local estiveram presentes no evento o secretário da Seplan (Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento), Marcos Jorge, o presidente do Sistema Fier, Rivaldo Neves e o primeiro vice-presidente, Luiz Brito.
Voltado para empresários da Indústria, Comércio, Serviços, Agricultura e Pecuária, o evento acorreu no auditório da Fier e contou com a apresentação de palestrantes renomados de diversos temas.
Para o governador Antonio Denarium é notável os trabalhos que a Fier têm feito para trazer conhecimento e habilidade para todos empreendedores aqui no Estado.
"É uma atitude muito louvável da Federação das Indústrias, onde está trazendo o palestrante convidando e seus associados para diversas palestras pra aumentar produtividade em cada empresa. A Federação das Indústrias é uma parceira do Estado de Roraima e nós estamos juntos para atender a todas as demandas que vêm trazer desenvolvimento sustentável para o nosso povo", disse o governador.
A proposta do encontro foi de proporcionar um ambiente que promova meios para compartilhar e discutir ideias para criar soluções dentro da realidade empresarial local, conforme explicou o palestrante e diretor geral da Charão Consultoria, Eduardo Charão.
"É importante esse tipo de palestra porque provoca o empresário a pensar e ter insites em relação a questões que às vezes no dia a dia a rotina do negócio acaba consumindo e muitas vezes a gente consegue provocar ele a fazer melhorias que no dia a dia também não consegue", ressaltou.
Além disso, Eduardo destacou que as palestras são muito importantes, porque trazem resultados.
SETOR PRIMÁRIO - A economia de Roraima é composta pela agropecuária, indústria e serviços, que tem como destaque a produção agrícola, que apresentou crescimento de 136,3%, entre os anos de 2010 a 2016.
Na indústria, a BBF (Brasil Bio Fuels) vai inaugurar no município de São João da Baliza, Sul do Estado, uma fábrica de extração de óleo de palma, conhecido popularmente como dendê.
A matéria-prima será destinada para a produção de biodiesel, que deve ser vendido para usinas termelétricas que compõe o sistema isolado que abastece Roraima.
Em um primeiro momento, a empresa vai beneficiar a produção própria, que corresponde a uma área de 5 mil hectares. A expectativa é que em pleno funcionamento, a indústria terá capacidade de beneficiar 45 toneladas por hora.

SEBRAE/RR e agentes financeiros promovem evento para Rodada de Crédito


Para ampliar o acesso dos empreendedores de Roraima às opções de financiamento e crédito, o SEBRAE/RR, em parceria com Banco do Brasil, Caixa, Banco da Amazônia e Desenvolve, realiza na próxima quinta-feira (11), uma Rodada de Crédito. A programação começa às 19h, no edifício Airton Dias, rua Governador Aquilino da Mota Duarte, N.º 1771 - São Francisco.
A ação é voltada para Microempresas (ME), Empresas de Pequeno Porte (EPP), Microempreendedor Individual (MEI) e Potenciais Empreendedores. A inscrição é gratuita e pode ser realizada pela Central de Relacionamento do SEBRAE/RR, por meio do 0800 570 0800.
“Os participantes serão orientados sobre o que é necessário para acessar e utilizar o crédito, de forma compatível com a real necessidade de seu negócio. Eles poderão também tirar dúvidas sobre como obter o melhor resultado possível desta operação e conhecer os tipos de linhas de financiamento disponibilizados pelas instituições financeiras”, explica Francisca Conrado, analista da Unidade de Cultura Empreendedora Mercado Serviços Financeiros (UCEMS) do SEBRAE/RR.
Temas - Os temas debatidos na Rodada de Crédito serão: Organização financeira da empresa antes e após a obtenção do crédito; Relacionamento com instituições financeiras; e o que é preciso saber para acessar o crédito.
Serviço

Rodada de Crédito
Data: 11 de abril
Horário: 19h
Local: Edifício Airton Dias (Rua: Governador Aquilino da Mota Duarte, Nº 1771 - São Francisco)
Inscrição: 0800 570 0800 (Central de Relacionamento do SEBRAE/RR)
Investimento: Gratuito (Vagas limitadas)

terça-feira, 9 de abril de 2019

GIRASSOL - Mulheres que tiveram ou estão em tratamento de câncer participam de grupo de apoio psicossocial



Compartilhar as dores e as vitórias é um estímulo para superar as dolorosas sessões de quimioterapia. Com essa ideia, a Unidade de Alta Complexidade em Oncologia de Roraima (Unacon) criou em 2013 o Grupo Girassol, com o objetivo de servir de apoio, espaço de ressignificação e troca de experiência, incentivo e fortalecimento de estratégias para o enfrentamento da doença durante o tratamento.
“Eu sentia a necessidade de conversar, de compartilhar o que estava vivendo e sentindo. Foi então que quis participar de algum grupo. Ouvi falar do Grupo Girassol, que na época tinha outro nome, daí fui convidando as mulheres que estavam em tratamento”, diz Joaquina Paz, de 66 anos. Ela recebeu o diagnóstico de câncer de mama em 2010. Dois anos depois, começou com o grupo de terapia. “A gente se ajuda, se anima, compartilha. Me sinto protegida. Somos amigas. Somos família”, comenta Joaquina. Hoje ela está curada e faz acompanhamento médico a cada seis meses.
O Grupo Girassol é aberto tanto pacientes que estão em tratamento fazendo quimioterapia, esperando cirurgia e pacientes que estão em processo de acompanhamento depois terem passado pelo tratamento. Atualmente o grupo conta com 15 mulheres. Os encontros ocorrem todas as segundas-feiras, às 8h30 no auditório da Unacon, no Hospital Geral de Roraima.
A aposentada Rosália Maria Dantas, de 79 anos, descobriu um 2015 um linfoma na garganta e precisou fazer seis sessões de quimioterapia. Durante o tratamento ela conheceu o Grupo Girassol, começou a participar e permanece até hoje. “A quimioterapia é violenta. A gente fica abatida, com mobilidade reduzida, perde cabelo. O grupo nos ajuda a compartilhar o que passamos. O que dia em que não vou, sinto falta”, comenta. Compartilhar as experiências com outras pessoas que passam ou passaram pela mesma situação, pode mudar a forma como se encara o tratamento. “Para as mulheres que estão passando por esta situação, eu digo: não se isole. Fale das suas dores, do mal-estar, procura sempre ajuda”, aconselha Rosália Maria.
As atividades são dinâmicas e variadas. Além de palestras e rodas de conversas, elas fazem oficinas, passeios. “As atividades são feitas de forma interdisciplinar, dinâmica, junto com outros profissionais da área da saúde e/ou da área de interesse da atividade a ser feita, com parceria em caráter voluntário. Temos também passeios temáticos e conferências”, conta a Psicóloga Nara Lisiane, uma das coordenadoras do grupo.

PRÁTICA ACADÊMICA

Além de coordenar as atividades do Grupo Girassol, a Psicóloga Nara Lisiane também é professora na Faculdade Cathedral. Para este trabalho, ela leva sempre acadêmicos de Psicologia da instituição. Cada semana, um grupo participa. “Os acadêmicos do 8º semestre fazem aula prática da disciplina Terapia de Grupo”, ressalta a psicóloga.
A estudante do 9ª semestre, Suzielen de Oliveira, 22 anos, foi uma das alunas que acompanhou as atividades do Grupo Girassol. Durante este semestre, Suzielen faz estágio na Unacon (Unidade de Alta Complexidade em Oncologia de Roraima). “É uma vivência incrível. Quero absorver o máximo de experiência possível. São histórias de luta, de dor, de superação. A gente precisa ser forte, saber lidar com as situações, aprender sobre a doença e o tratamento. A positividade dessas mulheres é incrível”, comenta.

CURIOSIDADE

O nome “Girassol” foi escolhido pelas próprias pacientes que se identificaram com a flor que gira em função da luz do sol. Segundo uma narrativa que leram num dos encontros, nos dias em que não há sol, um girassol se vira de frente pro outro, transmitindo a luz, força e amizade que é cultivada nos encontros.



quinta-feira, 28 de março de 2019

Deputado Haroldo Cathedral cobra ações para valorização da educação brasileira


A permanência do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) foi pauta de discussão com o ministro da Educação, Ricardo Vélez, durante audiência pública realizada, nesta terça-feira (27), na Comissão de Educação (CE) da Câmara dos Deputados.
O Fundeb é o principal instrumento do financiamento da educação básica pública, e para o deputado Haroldo Cathedral (PSD-RR), membro titular da CE, a sua destituição seria um retrocesso ao setor.  “O fundo é usado por estados e municípios para cobrir grande parte dos gastos com educação pública. Ele foi criado em 2006 e deixará de existir em 2020, caso não seja prorrogado o prazo de vigência. Nosso pleito é que o Fundo deixe de se uma política de governo e passe a ser de caráter  permanente em sentido constitucional”, destacou Cathedral.
O parlamentar defendeu a retomada da tramitação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) n°15/15 de autoria da deputada Professora Dorinha Seabra Rezende (DEM-TO), que  dispõe sobre o tema e  propõe ainda aumento da complementação da União para o fundo, de 10% para no mínimo 30% da participação de estados e municípios.
Ricardo Vélez garantiu que o Fundeb será mantido, mas que necessita ser rediscutido, de forma a fortalecer os municípios que mais precisam.
Haroldo cathedral fez considerações sobre melhorias no Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). “O governo precisa compreender o investimento em educação como investimento no futuro do país. É necessário ampliação dos instrumentos de financiamento em educação porque existem milhares de jovens que querem ingressar no Ensino Superior e não têm acesso, acrescentou.”
Ao finalizar sua fala, Haroldo Cathedral defendeu a valorizações dos profissionais da educação, com investimentos na formação e melhoria das condições de trabalho. “A valorização do professor vai muito além de salários, eles necessitam trabalhar em ambiente salubre, com segurança e oportunidade de aprimoramento. Só vamos construir bases sólidas para o desenvolvimento humano e econômico do nosso país com valorização e reconhecimento de todos os atores que fazem a educação brasileira.”